Vulcano associa-se ao Projeto Corvo Sustentável

 

 

25 DE MARÇO DE 2013

A Ilha do Corvo, classificada Reserva da Biosfera pela UNESCO, está a empreender um projeto pioneiro de recurso a energias renováveis, que visa a instalação de painéis solares Vulcano e bombas de calor em todas as habitações

A Vulcano foi a marca selecionada para o projeto pioneiro de instalação de soluções solares térmicas na Ilha do Corvo. Com cerca de 400 habitantes, a ilha do Corvo será a primeira ilha dos Açores – e o primeiro município do país - com painéis solares e bombas de calor instalados em todos os edifícios, o que permitirá uma poupança de 70% de energia no que respeita ao aquecimento de águas sanitárias.

A primeira fase do projeto Corvo Sustentável, quase concluída, consistiu na substituição de equipamentos para aquecimento de águas sanitárias com recurso a gás butano por soluções solares térmicas da Vulcano e bombas de calor em 37 edifícios da ilha. Atendendo ao sucesso da primeira fase do projeto, com impacto direto na eficiência energética, prevê-se a adesão de toda a população à segunda fase, prevista para o 1º semestre de 2013, e que irá abranger mais 108 edifícios.

Este projeto irá refletir-se numa poupança económica significativa para as famílias e ainda na redução da emissão de gases nocivos para atmosfera, que decorre da utilização de combustíveis fósseis. Segundo o Governo dos Açores, o novo sistema de abastecimento de energia permitirá que cada família poupe em média 40 euros por mês.

Para além da importante poupança energética e da consequente poupança económica e preservação do meio ambiente, este projeto visa reduzir a dependência do exterior da ilha do Corvo, solucionando as dificuldades de abastecimento devido ao seu isolamento.

Esta iniciativa é um projeto do governo dos Açores, em parceria com a elétrica açoriana EDA e o consórcio Green Islands, um dos principais projetos de investigação do programa MIT-Portugal. A instalação das soluções solares térmicas Vulcano esteve a cargo da empresa Segma, pertencente à EDA.

Download Press Release (PDF 0,11 MB)